Uma escova com sensores e microfone capazes de captar que tipo de escovação você faz, transmitir os dados via bluetooth, e por meio do aplicativo, cruzá-los com fatores externos como umidade, raio solares e etc.  A banalidade do ato de pentear a juba se transformou em informação para a indústria de beleza. A Kérastase  e a incubadora de inovação da L’Oréal se uniram a empresa de tecnologia Withings para criar a primeira escova de cabelos inteligente.

Uma escovação muito radical, detectaram os pesquisadores, pode prejudicar os fios. Assim, eles colocaram, vejam só, pelo som do escovar captado pelo microfone é possível identificar a maleabilidade dos fios, o grau de frizz e até pontas duplas. Há medidores de força, de quantidade de passadas de escova na cabeça e até para saber se o cabelo está úmido ou seco.

Assim, é possível individualizar e tornar muito mais precisa a recomendação de tratamentos que cada consumidor necessita.

A novidade, que funciona a bateria, deverá chegar ao mercado ainda este ano ao preço médio de 200 euros.